Pátria

Guerra Junqueiro (Autor) Edição em Português
    Pátria_0
    Pátria
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Editor A Bela e o Monstro
      Coleção Klássicos

      Ver todas as características

    • "Pátria" é uma obra vingadora relativamente à pátria portuguesa moribunda mas que ao mesmo tempo anuncia o ressurgimento, num esforço de desenhar uma epopeia possível, num tom que cruza a crueza da farsa com a oratória eloquente e onde a dimensão simbólica impera ao serviço de uma atmosfera dantesca povoada de fantasmas. O poema abre num tom de comédia que denuncia o comportamento farisaico dos cortesãos que rodeiam o Rei, aconselhando-o mal, e dos seus asquerosos e sabujos cães, assim como do cronista- mor, Astrolugus, no... Ver mais

    • 3,30 € 2,64 €

      Apenas 1 em stock

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Pátria

    • 72H CHRONO FNAC
    72H CHRONO FNAC: Até 80% desconto imediato em Tecnologia, Livros e Entretenimento.
    Promoção Exclusiva Online, válida de 20 a 22 de janeiro de 2020.
    Aplicável nos artigos assinalados e vendidos pela Fnac.pt (exclui Pré-Vendas, Marketplace e eBooks).
    Limitado ao stock existente, não acumulável com outras promoções nem com os descontos Cartão Fnac.
    Artigos de Tecnologia limitados a 2 unidades por NIF.
    Portes Grátis para encomendas de valor igual ou superior a 15€ (exclui Marketplace), válido para entregas em Portugal Continental em 1 dia útil ou levantamento nas lojas FNAC.

    Mais Informações Pátria

    "Pátria" é uma obra vingadora relativamente à pátria portuguesa moribunda mas que ao mesmo tempo anuncia o ressurgimento, num esforço de desenhar uma epopeia possível, num tom que cruza a crueza da farsa com a oratória eloquente e onde a dimensão simbólica impera ao serviço de uma atmosfera dantesca povoada de fantasmas.

    O poema abre num tom de comédia que denuncia o comportamento farisaico dos cortesãos que rodeiam o Rei, aconselhando-o mal, e dos seus asquerosos e sabujos cães, assim como do cronista- mor, Astrolugus, no qual é possível reconhecer o vulto de Oliveira Martins. Mas o clima dramático insinua-se e cresce até ganhar foros de tragédia apocalítica com a figura de alucinação fantasmática do Doido, símbolo dum povo oprimido e espoliado que vai ganhando centralidade e assumindo-se com um coro trágico.

    Características detalhadasPátria

    OUTRAS OBRAS de Guerra Junqueiro

    5/5
    • 1
      0
    • 2
      0
    • 3
      0
    • 4
      0
    • 5
      1
    Opiniões Verificadas
    5 Bom livro e preço acessível Publicado em 14 ago 2018

    Um belo achado. Preçp bastante acessível.


     Este comentário foi útil?

    Ver também