Poemas Quotidianos

António Reis (Autor) Lançado em julho de 2017 Edição em Português
    • Poemas Quotidianos_0
    Poemas Quotidianos

    Venda o seu Poemas Quotidianos com apenas alguns cliques,
    em fnac.pt

    1. Vende o teu produto
    2. Um cliente compra o teu produto
    3. Envia o teu produto
    4. Recebe o pagamento
    Passar para conta Pro!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento julho 2017
      Editor Tinta da China
      Coleção Poesia

      Ver todas as características

    • "Poemas Quotidianos", o livro do poeta e cineasta António Reis, esgotado há décadas é o novo volume da coleção de Poesia de Pedro Mexia. «O Portugal dos anos 50 e da transição para a década seguinte é um país em que amplos sectores da população vivem no limiar da pobreza ou numa apertada mediania. É essa a realidade que, em larga medida, se espelha nos poemas elípticos de António Reis, alheios à ênfase retórica e ao tom protestário da lírica de alguns dos seus contemporâneos, e que, antes, atentam nos pequenos nadas do... Ver mais

    • 14,90 €
      13,41 €

      Encomenda ao editor, expedido em 2 a 4 dias

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Poemas Quotidianos

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Mais Informações Poemas Quotidianos

    "Poemas Quotidianos", o livro do poeta e cineasta António Reis, esgotado há décadas é o novo volume da coleção de Poesia de Pedro Mexia.

    «O Portugal dos anos 50 e da transição para a década seguinte é um país em que amplos sectores da população vivem no limiar da pobreza ou numa apertada mediania. É essa a realidade que, em larga medida, se espelha nos poemas elípticos de António Reis, alheios à ênfase retórica e ao tom protestário da lírica de alguns dos seus contemporâneos, e que, antes, atentam nos pequenos nadas do quotidiano, na banalidade de um dia-a-dia de limitados horizontes.
    Os textos falam de gente que passaja, vira, ou tinge a roupa, ou a deixa, depois de lavar, a enxugar de noite, para a vestir de novo de manhã quando vai para o trabalho. Tudo isto numa linguagem simples, de ‘poucas palavras’, como um cineasta seu amigo, um dia, dele disse, uma simplicidade construída, acrescente-se, e em que se conta com a cooperação do leitor para completar ou preencher o que apenas é entremostrado ou sugerido.»
    Fernando J.B. Martinho

    Características detalhadasPoemas Quotidianos

    • Autor António Reis
    • Editor Tinta da China
    • Data de lançamento julho 2017
    • Coleção Poesia
    • EAN 978-9896713874
    • ISBN 9789896713874
    • Dimensões 14,5 x 20 cm
    • Nº Páginas 136
    • Encadernação Capa mole
    • PNL Nível de Leitura Leitura Autónoma

    OUTRAS OBRAS de António Reis

    Ver também