• Loja
  • Blog FNAC
Livros

Sabes o que é a Parentalidade Positiva?

BlogFNAC3
Por BlogFNAC3
Em 25/01/2019
120
Sabes o que é a Parentalidade Positiva?

"Educar não é tarefa fácil, mas pode, mesmo assim, ser muito gratificante e até extraordinário." Quem o diz é Magda Gomes Dias, especialista em Coaching e Aconselhamento Parental no livro Crianças Felizes. Descobre aqui tudo o que a autora tem a dizer sobre Parentalidade Positiva.

 

Criancas-Felizes



Antes de mais... o que é a Parentalidade Positiva?

 

Empatia

 

A Educação Parental Positiva "não é um estilo de vida nem tão-pouco uma moda. Não é uma ciência ou um conjunto de regras que tem de seguir. É uma filosofia que promove a relação entre pais e filhos com base no respeito mútuo e, porque esse respeito mútuo existe, a educação da criança é feita de forma altamente construtiva."

Este é um método que "não humilha nem usa qualquer tipo de violência, seja ela verbal (humilhação e berros) ou física (na forma de palmadas, por exemplo), olhando para as crianças como seres humanos inteiros. Antes de serem filhos, são pessoas. E, como pessoas pequenas que são, e que estão em crescimento, necessitam de apoio e orientação. Por isso mesmo, ensinar e aprender não rimam com punição, humilhação ou castigo."

 

 

Qual é o objetivo?

 

Parentalidade positiva

 

"O objetivo é criar adultos íntegros, saudáveis e felizes!"

Uma criança que é educada com base na Parentalidade Positiva é uma criança "que percebe e integra os limites que existem na sua vida". E porquê? "Porque percebeu o interesse dessas mesmas regras e não precisa do pai ou da mãe ao lado para as executar. É uma criança disciplinada, porque é incentivada a pensar, a escutar-se e a escutar os outros porque ela própria é escutada. É uma criança que sabe retardar a recompensa. É uma criança que percebe mais facilmente que a sua felicidade depende de si e não procura justificações ou culpados quando as coisas correm mal. É uma criança que tem uma boa auto-imagem e que quer continuar a ter uma boa auto-imagem de si. E é uma criança que começa a desenvolver uma inteligência emocional e uma auto-estima equilibradas."

 

  

Algumas práticas de parentalidade positiva

 

Happy kid

 

* Regra número 1: pais felizes = filhos felizes. "Quando os pais estão felizes, sentem-se mais capazes, com mais energia, mais paciência, mais capacidade de driblar aquela birra no final do dia, dar banhos, vestir pijamas, fazer o jantar e ainda arrumar a loiça depois."

* Prevenir os comportamentos: se a relação for trabalhada em todos os momentos, a cooperação surge naturalmente sem ter de ser pedida quando é preciso.

* Empatia: colocarmo-nos no papel dos nossos filhos.

* Colocar limites de forma empática, sem ter de gritar, ameaçar ou usar cara de mau.

* Compreender a natureza dos nossos filhos, percebendo do que é que cada um precisa.

* Respeitar os sentimentos dos nossos filhos.

* Ser claros e concretos no que dizemos.

* Não criar demasiadas regras: não são necessárias quando as que existem são suficientemente claras e deixam tudo o resto implícito.

* Ser firme e consistente, dando o exemplo.

* A relação positiva constrói-se sobre um vínculo forte entre pais e filhos.

* Parentalidade pró-ativa: adaptar-se às várias fases de desenvolvimento da criança e responder de forma preventiva aos acontecimentos.

* Liderança empática: saber educar, guiar, orientar e mostrar, fazendo a criança descobrir o que tem de melhor.

* Disciplinar sem castigar: a criança aprende mais com consequências lógicas do que com castigos.

* Usar com a criança um discurso positivo.

 

 

Podes descobrir mais dicas muito úteis para aperfeiçoar a autoridade dos pais e a auto-estima dos filhos no livro Crianças Felizes de Magda Gomes Dias, no seu blog Mum's the Boss ou no site Parentalidade Positiva.

A tua nota : Je détesteJe n'aime pasCa vaJ'aimeJ'adore
1 relacionado
Crianças Felizes

Crianças Felizes

Magda Gomes Dias Edição | A Esfera dos Livros | março de 2015 a partir de :11,20 €
Atenção Ocorreu um erro, por favor, tenta novamente mais tarde.