Steven Spielberg

Vindo de uma família judaica de classe média, Steven Spielberg ganhou sua primeira câmera com apenas 12 anos de idade. Aos 19, iniciou o curso de Cinema na Universidade da Califórnia, sendo que aos 22 anos filmou Amblin, curta que possibilitou sua...
Ler Biografia
Steven Spielberg

Vindo de uma família judaica de classe média, Steven Spielberg ganhou sua primeira câmera com apenas 12 anos de idade. Aos 19, iniciou o curso de Cinema na Universidade da Califórnia, sendo que aos 22 anos filmou Amblin, curta que possibilitou sua entrada na Universal Studios, onde passou a realizar vários filmes para a TV americana. O mais importante deles foi Encurralado, que se tornou um grande sucesso de crítica.

Já trabalhando no cinema, Spielberg alcançou o sucesso com Tubarão e Contatos Imediatos do Terceiro Grau, em que inovava ao utilizar diversos efeitos especiais inovadores para a época, seguindo carreira com diversos sucessos de bilheteria, como E.T., O Extraterrestre, a trilogia Indiana Jones e Jurassic Park - O Parque dos Dinossauros.

A partir de então, o drama passa a ser o gênero que o leva ao reconhecimento definitivo da crítica, ao retratar a 2ª Guerra Mundial em A Lista de Schindler e O Resgate do Soldado Ryan, ambos lhe rendendo estatuetas do Oscar. Seu trabalho no cinema vai além da direção, já tendo conquistado prêmios como produtor executivo e roteirista. Spielberg é hoje o mais influente diretor do cinema mundial e está atualmente entre as 3 maiores fortunas de Hollywood.

É casado atualmente com a atriz Kate Capshaw e tem seis filhos, um deles com sua ex-esposa, a também atriz Amy Irving. Seu divórcio de Irving é o terceiro mais caro da história do mundo do entretenimento, perdendo para o de Michael Jordan e o do cantor Neil Diamond.

Spielberg é um dos donos da DreamWorks SKG, um dos principais estúdios de Hollywood. Frequentemente utiliza a música de John Williams em seus filmes e é dono do trenó Rosebud original, do filme Cidadão Kane.

Sempre envolvido com política e direitos humanos, o diretor realizou obras que abordam temas como racismo (A Cor Púrpura e Amistad) e terrorismo (Munique), e ainda tratou da Guerra Civil norte-americana em Lincoln.