• Loja
  • Blog FNAC
Tecnologia / Novidades

Surface Studio: uma janela aberta chamada criatividade

ExpertFnac
Por ExpertFnac
Em 27/10/2016
2098
Surface Studio: uma janela aberta chamada criatividade

SurfaceNighthawkOverview_9_FeaturePanel_V2

Com o Surface Studio (o nome está spot on) a Microsoft assume duas coisas: a primeira, que pretende ser um rival de peso aos iMacs da Apple; e a segunda, que tem a intenção de apelar à criatividade do seu público.

Não, o Surface Studio não é para todos, mas isso não quer dizer que seja uma máquina menos espetacular. Antes pelo contrário, pois se nos queremos dedicar aos criativos, é com criatividade que respondemos – e desta vez a Microsoft soube mesmo abrir a janela.

Antes de mais, vamos às características.

 

carateristicas

 

* Display flexível
* Resuloção > 4K (4500 x 3000)
* 28 polegadas (Pixel Sense Display)
* Processador: Intel Core i5/7
* Gráfica: NVIDIA 980M
* RAM: 32GB
* Disco: 2TB

 

 


Display

O Surface Studio é uma aposta inteligentíssima pela flexibilidade que oferece. O corpo deste desktop é mutável, oferecendo uma experiência super natural que permite repousar a mão enquanto escrevemos/desenhamos, como se se tratasse não de um ecrã mas de papel e caneta. 

Surface_Studio_Innovation_9_FeaturePanel_2_V2_aA essa flexibilidade a Microsoft chamou Zero Gravity Hinge, uma particularidade que, como o nome indica, submete o ecrã (ou tela, se quisermos) a gravidade zero – isto porque podemos deitá-lo ou incliná-lo, adequando-o ao estilo de utilização que preferirmosO touchscreen é poderosíssimo e incrivelmente fino (28 polegadas pixelsense e 12.5 milímetros de espessura).

Mais do que um objeto a ter no espaço de trabalho, o Surface Studio está desenhado para SER o espaço de trabalho. Mas há mais, pois esta ferramenta foi concebida a pensar não apenas no trabalho em si, mas também no processo criativo.

 

Surface Dial e Surface Pen 

SurfaceAccMousePDP_6_ContentPlacement2up_1_V1Estes dois apetrechos transformam o Surface Studio numa máquina extremamente ergonómica. O Dial gera uma forma totalmente nova de interagir com tecnologia: ao premirmos a ferramenta ao ecrã e surge um menu radial de diversas ferramentas, tornando muito mais intuito o processo de organização e personalização – o conceito “workflow” acabou de ser totalmente reinventado.

De referir ainda que o Dial pode estar associado a uma série de apps – Sketchable, Mental Canvas, Drawboard PDF, Moho, StaffPad, Bluebeam Revu – e que é compatível com Office Tools.


pen1

Em relação à Surface Pen, de destacar o facto de esta ferramenta ser a protagonista do desenho. Enquanto te perdes nos teus sketches, a Pen (conetável por bluetooth) oferece-te 1024 níveis de sensibilidade (pressão), por forma a desencadear um feeling idêntico ao de uma caneta normal a deslizar sobre papel – até se lembraram do detalhe da borracha no topo do cabo. Esta ferramenta é compatível com o Surface Book, o Surface Pro 3 e Pro 4. 


 

 

ratopen


Acessórios

No que respeita aos acessórios, vale a pena destacar o teclado super ergonómico, desenhado para se ajustar à palma da mão e com algumas diferenças ao nível da geometria das teclas. É alimentado a bateria e conectado via Bluetooth. O rato acaba por ser uma extensão dos novos produtos, primando especialmente pela elegância do seu design.




Vê o vídeo de apresentação do Surface Studio:

 

Ainda não temos qualquer informação em relação à disponibilidade deste artigo em Portugal, mas fica atento!

A tua nota : Je détesteJe n'aime pasCa vaJ'aimeJ'adore