Teorias Políticas Medievais

José Maria Silva Rosa (Autor) Álvaro Balsas (Autor) Lançamento a 22 janeiro 2020 Edição em Português
    Teorias Políticas Medievais_0
    Teorias Políticas Medievais
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 22/01/2020
      Editor Axioma
    • O presente número da Revista Portuguesa de Filosofia tem como temática central as Teorias Políticas Medievais. Devido à barbárie da ignorância, continua a ser temerário usar hoje o adjetivo ‘medieval’. Não raro, mesmo até entre o público erudito, preconceitos arreigados continuam a projetar nele uma semântica obscura e a impossibilitar uma representação o mais fiel possível do que foi o vigor intelectual da Idade Média. Haveria, então, um pensamento político ‘medieval’?! Nem pensar. Para alguns bastará dizer que «na Idade... Ver mais

    • 35 €
      31,50 €

      Apenas 1 em stock

      Recebe numa morada a partir de 30 €

      Ver stock em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
      Ofertas neste produto
      PROMOÇÃO EXCLUSIVA ONLINE: GIFT 1€
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • Levantamento
      gratuito em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Devoluções
      gratuitas em loja

    2 ofertas especiais Teorias Políticas Medievais

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    • PROMOÇÃO EXCLUSIVA ONLINE: GIFT 1€
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.
    ESCOLHE O TEU GIFT POR +1€
    ou

    PROMOÇÃO EXCLUSIVA ONLINE:
    Na compra conjunta de 2 livros cujo valor total seja igual ou superior a 25€ escolhe um Gift por mais 1€:
    Adiciona ao cesto de compras a tua Caneca Mr. Wonderful - Com o Cabelo ao Vento, Vamos Viver o Momento ou o teu Livro "Capitão Jake e os Piratas da Terra do Nunca – História Para Colorir" por apenas 1€.
    Promoção válida de 23 de setembro a 20 de outubro 2020.
    Aplicável nos artigos assinalados e vendidos pela Fnac.pt (exclui Pré-vendas, eBooks, Livro Escolar e Marketplace).
    Limitado ao stock existente, não acumulável com outras promoções nem com os descontos Cartão Fnac.

    Resumo

    O presente número da Revista Portuguesa de Filosofia tem como temática central as Teorias Políticas Medievais. Devido à barbárie da ignorância, continua a ser temerário usar hoje o adjetivo ‘medieval’. Não raro, mesmo até entre o público erudito, preconceitos arreigados continuam a projetar nele uma semântica obscura e a impossibilitar uma representação o mais fiel possível do que foi o vigor intelectual da Idade Média. Haveria, então, um pensamento político ‘medieval’?! Nem pensar.

    Para alguns bastará dizer que «na Idade Média mandava a Igreja». E quanto a teorias políticas? A mesma linha do pensar afirmaria que só com N. Maquiavel e T. Hobbes. Ora, os estudos reunidos neste fascículo não corroboram tais preconceitos. Mas será honestamente possível arrumar dez séculos de História, desde a queda do Império Romano do Ocidente ao Renascimento, em dois ou três clichés?

    Longe do nosso intento entrar aqui no debate historiográfico sobre periodização histórica, ou em apologias anacrónicas, mas ainda assim importa sublinhar que a História como «estudo do homem no tempo» implica artifícios de representação e reconstituição do passado diferentes da experiência histórica concreta, ou seja da «experiência da consciência dos homens no tempo vivido». E no intervalo desenhado entre o imperioso intento de objetividade assente em documentação fidedigna e o romantismo da história-ressurreição à la Michelet, emergem amiúde diversas hermenêuticas interesseiras, derivas ínvias, inevitáveis retroprojeções ideológicas. Neste sentido, a «Idade Média», como todas as «Idades», aliás, nunca deixou de ser um palco de disputa. Dificilmente há «teoria» sem pré-condições. Por isso, qualquer intento de aproximação de um período histórico deve clarificar os seus pressupostos. Aquele a quem os ‘conceitos vazios’ de F. Petrarca (secoli bui) ou as ‘intuições cegas’ do Marquês de Condorcet (épaisses ténèbres) não bastam, tem o dever de ir mais fundo que quaisquer ‘fórmulas resolventes’.

    Quando ao longo de anos nos aproximamos destes dez séculos, dos quais tanta documentação ainda está por trazer à luz, um espanto genuíno se nos vai impondo. E seria bom que gerasse também uma humildade fecunda. Bastaria, aliás, ler duas ou três obras, para lá de Il nome della rosa, do insuspeito U. Eco. A confissão de ignorância é mãe da sabedoria. E tanto ainda nos falta saber sobre a Idade Média!

    Opiniões dos nossos clientes Teorias Políticas Medievais

    Sê o primeiro a dar
    a tua opinião sobre este produto

    Dar opinião ✔ A tua opinião foi gravada

    Características detalhadas

    Editor

    Axioma

    Data de lançamento

    22/01/2020

    EAN

    978-9726973119

    ISBN

    9789726973119

    Dimensões

    16 x 23 cm

    Nº Páginas

    620

    Encadernação

    Capa mole