Trovante

Trovante (Intérprete) Coleção Essencial (CD Álbum)
    • Trovante_0
    Trovante

    Venda o seu Trovante com apenas alguns cliques,
    em fnac.pt

    1. Vende o teu produto
    2. Um cliente compra o teu produto
    3. Envia o teu produto
    4. Recebe o pagamento
    Passar para conta Pro!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Interprete(s) Trovante

      Ver todas as características

    • Formado em 1976, o Trovante abrigou alguns dos principais actores da música portuguesa das últimas décadas – Luís Represas, João Gil e Manuel Faria.Em pleno pós 25 de Abril, o Trovante, que explorava a música tradicional portuguesa de uma forma altamente politizada, viria a afirmar-se com os seus dois primeiros álbuns – “Chão Nosso”, de 1977, e “Em Nome da Vida”, de 1979 – como um dos projectos referência da chamada canção de intervenção, um dos principais motores da actividade discográfica da época.Mas foi já em pleno Boom... Ver mais

    • Vendido pela Fnac  6 €
    • 5 novos desde 9,06 €  
    • 7,90 € 6 €

      Apenas 1 em stock

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Descrição Trovante

    Formado em 1976, o Trovante abrigou alguns dos principais actores da música portuguesa das últimas décadas – Luís Represas, João Gil e Manuel Faria.

    Em pleno pós 25 de Abril, o Trovante, que explorava a música tradicional portuguesa de uma forma altamente politizada, viria a afirmar-se com os seus dois primeiros álbuns – “Chão Nosso”, de 1977, e “Em Nome da Vida”, de 1979 – como um dos projectos referência da chamada canção de intervenção, um dos principais motores da actividade discográfica da época.

    Mas foi já em pleno Boom do Rock Português que o Trovante viria a conhecer o sucesso que lhe veio a valer o lugar que tem na história da música portuguesa.

    Em 1981 edita “Baile no Bosque”, disco que viria a ser um imenso êxito de vendas à custa de canções como “Balada das Sete Saias” e “Prima da Chula”, para consolidar a sua posição na cena nacional com “Cais das Colinas”, de 1983, onde moram “Saudade” e “Lua de Março”, ambos gravados pela Valentim de Carvalho e matéria desta colecção.
    Sucederam-se “84” (1984), “Sepes” (1986), “Terra Firme” (1987), “Ao Vivo no Campo Pequeno” (1988) e “Um Destes Dias” (1990) que mantiveram o Trovante na primeira linha e o transformaram numa fonte de inspiração para alguns dos nossos artistas mais significativos das últimas duas décadas, perpetuando a música tradicional como ponto de partida para novos e constantes desafios.

    O Trovante viria a cessar actividades após a tournée do seu ultimo álbum, que também serviu de despedida, para se vir a reunir pontualmente, em ocasiões muito especiais, para espectáculos que se enchem dos muitos saudosos adeptos que deixou.

    Características detalhadasTrovante

    • Intérprete Trovante
    • Editor CNM
    • Ano de Edição Novembro 2014
    • Número de Discos 1
    • Coleção Essencial

    OUTRAS OBRAS de Trovante

    Faixas do álbum Trovante

    Trovante

    Trovante

    00:00 00:30
    Título Duração
    • 01 Balada das Sete Saias
    • 02 Genérico
    • 03 Prima da Chula
    • 04 Bichos
    • 05 Despertar
    • 06 Ibérica
    • 07 Ribeirinho
    • 08 Lua de Março
    • 09 Saudade
    • 10 Passagem por Sevilha
    • 11 Lisboa
    • 12 Mulata
    • 13 Linha das Fronteiras
    • 14 Final (Trovante) instrumental

    Ver também