Tubarão 2000

António Victorino d'Almeida (Autor) Edição em Português
    Tubarão 2000_0
    Tubarão 2000
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Editor Oficina do Livro
      Coleção Ficção

      Ver todas as características

    • Portugal é governado pela primeira vez por uma maioria absoluta. Marcelino Bandeira passa de herói do romance Coca-Cola Killer a narrador. O excêntrico embaixador, à partida com a queda que se lhe conhece para um comportamento menos escrupuloso do que seria desejável, assiste em Tubarão 2000 a novas formas de corrupção e ao desenvolvimento de outros poderes sobre os quais não tem qualquer influência. A história, ancorada num poder de efabulação tão sólido quanto fértil, começa nas águas de Veneza. Com passagem por... Ver mais

    • Vendido pela Fnac  4,41 €
    • 1 novo desde 4,90 €  
    • Todas as ofertas
      • 4,90 € Custos de envio +2,99 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        Gomes Books
        (11253)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • Levantamento
      gratuito em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Devoluções
      gratuitas em loja

    Descrição Tubarão 2000

    Portugal é governado pela primeira vez por uma maioria absoluta. Marcelino Bandeira passa de herói do romance Coca-Cola Killer a narrador. O excêntrico embaixador, à partida com a queda que se lhe conhece para um comportamento menos escrupuloso do que seria desejável, assiste em Tubarão 2000 a novas formas de corrupção e ao desenvolvimento de outros poderes sobre os quais não tem qualquer influência. A história, ancorada num poder de efabulação tão sólido quanto fértil, começa nas águas de Veneza. Com passagem por Inglaterra, sem nunca perder Lisboa de vista, todas as figuras, entre diplomatas, deputados e funcionários corruptos, se vão revelando personagens surpreendentes e protagonistas dos mais hilariantes episódios, em que não faltam a intrigazinha política nem os jogos de bastidores que promovem a ascensão de uns e a queda de outros. Sempre com o humor corrosivo como nota dominante, o autor forjou personagens, mas, confessa, não inventou o mundo em que se movimentam, e assim, enquanto pisca o olho e provoca o riso nos leitores, traça o retrato de um país e deixa-nos a pensar sobre o povo que realmente somos.

    Resumo Tubarão 2000

    Os desígnios de Portugal estão agora nas mãos de outros senhores, mas a comédia continua…

    Características detalhadasTubarão 2000

    OUTRAS OBRAS de António Victorino d'Almeida