Um Adeus aos Deuses

Ruben A. (Autor) Lançado em novembro de 2010 Edição em Português
    Um Adeus aos Deuses_0
    Um Adeus aos Deuses
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento novembro 2010
      Editor Assírio & Alvim
      Coleção Obras de Ruben A.

      Ver todas as características

    • «Preocupo-me com os deuses. O meu tridente não enxerga divindades. Mesmo no céu, no último reduto que julgava possível eles já o abandonaram. É novo mistério para explicar, para filósofos e religiosos penetrarem no poder das cogitações. Emigrados na terra, sem mar e sem espaço os deuses ficam mais limpos, mais puros, apeados da parafernália dos domingos e feriados.»
      Ruben A.«Ruben ficou como que transformado numa espécie de Prometeu agrilhoado às sensações palpáveis ou não durante a posse dionisíaca sobre a sua viagem à...
      Ver mais

    • 14,40 €
      12,96 €

      Apenas 1 em stock

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Um Adeus aos Deuses

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Descrição Um Adeus aos Deuses

    «Preocupo-me com os deuses. O meu tridente não enxerga divindades. Mesmo no céu, no último reduto que julgava possível eles já o abandonaram. É novo mistério para explicar, para filósofos e religiosos penetrarem no poder das cogitações. Emigrados na terra, sem mar e sem espaço os deuses ficam mais limpos, mais puros, apeados da parafernália dos domingos e feriados.»
    Ruben A.

    «Ruben ficou como que transformado numa espécie de Prometeu agrilhoado às sensações palpáveis ou não durante a posse dionisíaca sobre a sua viagem à Grécia. Até a forma de Diário, como quis conceber a descrição, lhe saiu perturbada e só aparentemente obedece a alguma ordemcósmica, pois arrasta-nos como era seu hábito para o caos rigoroso e pretendido da sua Autoridade, cuja desordem é totalmente eliminada, embora pareça exactamente o contrário.
    […]
    Já estou a ver o leitor da burguesia intelectual, a franzir o nariz diante da língua portuguesa de que Ruben A. se serve, é o termo, como nessa altura o fazia Alexandre O’Neill, eivada e estruturada no surrealismo domais desavergonhado, emque o escritormete no bolso a semântica, e na sacola de filósofo cínico a sintaxe, para nos transmitir pela palavra umsentido pouco usual, cuja decifração só a imagemconsegue, no amealhar avarento de sensações, de amizades fortuitas, de saltos na estratosfera, que correspondem exactamente àquilo que escondeu, nos bolsos e bagagem. É umviandante de sacola e de bastão que veio calcorrear as montanhas, planícies e ilhas por onde andaram há milhares de anos os deuses de Homero, alguns deles ainda aprisionados nos templos e museus com que vamos tropeçando nas vastas larguras da antiga Grécia.»
    Raul Miguel Rosado Fernandes, no Prefácio

    Características detalhadasUm Adeus aos Deuses

    • Autor Ruben A.
    • Editor Assírio & Alvim
    • Data de lançamento novembro 2010
    • Coleção Obras de Ruben A.
    • EAN 978-9723713343
    • ISBN 9789723713343
    • Dimensões 13,5 x 21 cm
    • Nº Páginas 176
    • Encadernação Capa mole

    OUTRAS OBRAS de Ruben A.