Vasco Graça Moura

Vasco Navarro da Graça Moura nasceu na Foz do Douro (Porto), Portugal, em 1942.
Formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em 1966. Depois de ter exercido advocacia, Vasco Graça Moura desempenhou vários cargos públicos:
foi...
Ler Biografia
Vasco Graça Moura

Vasco Navarro da Graça Moura nasceu na Foz do Douro (Porto), Portugal, em 1942.
Formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em 1966. Depois de ter exercido advocacia, Vasco Graça Moura desempenhou vários cargos públicos:
foi membro de dois Governos Provisórios em 1975, diretor do Primeiro Canal da RTP (1978), administrador da Imprensa Nacional-Casa da Moeda (1979-1989), comissário-geral para as comemorações dos Descobrimentos Portugueses (1989-1995). A partir de 1996, dirigiu o Serviço de Bibliotecas e Apoio à Leitura da Fundação Calouste Gulbenkian. Vasco Graça Moura foi colaborador de jornais, revistas e de canais de televisão. Tem muitas das suas obras traduzidas para italiano, francês, alemão, sueco e espanhol. É autor de numerosos ensaios, alguns deles premiados, e de excelentes traduções literárias.
Vasco Graça Moura foi distinguido com vários prêmios, entre os quais o Prêmio Pessoa (1995), o Prêmio de Poesia do PEN Clube (1997) e o Grande Prêmio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores.(1999). Em 1997 foi-lhe atribuída a Medalha de Ouro da Cidade de Florença pelas suas traduções de Dante. Em 2004, ganha a Coroa de Ouro do Festival de Poesia de Struga (Macedônia), sendo o primeiro poeta português a ser distinguido com este galardão. Em 2007, recebeu o Prémio Max Jacob para Poesia Estrangeira. Em 2008, o Prémio Tradução do Ministério da Cultura italiano pelas traduções de Dante e de Petrarca.
Vasco Graça Moura foi membro efetivo da Académie Européenne de Poésie (Luxemburgo). Em 2012 foi nomeado presidente do conselho de administração da Fundação Centro Cultural de Belém (FCCB).