Vazio seguido de A Vida da Vida

Vários (Autor) Vários (Autor) Edição em Português
    Vazio seguido de A Vida da Vida_0
    Vazio seguido de A Vida da Vida
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Editor Assírio & Alvim
      Coleção Arte e Produção

      Ver todas as características

    • «Terá sido também lá que a luz começou a escavar, a concavar a matéria.E como a forma da luz é o vazio, a forma mais profunda dessa escavação é o olho. O olho é o vazio escavado pela própria luz na matéria. É a escavação cega que a luz deu à luz. Sem esse vazio, a matéria não distinguiria a direcção e a fonte de luz; sem ele, não haveria imagem — mas somente o claro e o escuro, a noite e o dia. E assim apenas, talvez, o pressen- timento (o pré-sentimento) do medo. Desse medo tão arcaico do escuro. Esse vazio não é portanto... Ver mais

    • 8 €
      7,20 €

      Apenas 1 em stock

      Recebe numa morada a partir de 2,50 €

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Vazio seguido de A Vida da Vida

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Descrição Vazio seguido de A Vida da Vida

    «Terá sido também lá que a luz começou a escavar, a concavar a matéria.

    E como a forma da luz é o vazio, a forma mais profunda dessa escavação é o olho. O olho é o vazio escavado pela própria luz na matéria. É a escavação cega que a luz deu à luz. Sem esse vazio, a matéria não distinguiria a direcção e a fonte de luz; sem ele, não haveria imagem — mas somente o claro e o escuro, a noite e o dia. E assim apenas, talvez, o pressen- timento (o pré-sentimento) do medo. Desse medo tão arcaico do escuro. Esse vazio não é portanto o nada — de resto, o vazio nunca foi confundido com o nada na história da física (nem, num outro sentido, na história da metafísica). Ele é o que resta de material quando se procura anular toda a matéria (toda a materialidade objectiva). O va- zio é a matéria inanulável — aquilo a que, na extremidade daquela história, se deu o nome de espaço-tempo(e que Kant pensou como condições — formas vazias ou puras — da sensibili- dade). Ora, escavar um vazio luminoso na matéria é abri-la a um espaço-tempo outro: distinto do espaço que ocupa essa matéria, e diferente do tempo próprio dessa mesma matéria (do tempo do seu metabolismo, por exemplo).» Tomás Maia

    Características detalhadasVazio seguido de A Vida da Vida

    OUTRAS OBRAS de Vários

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES Vazio seguido de A Vida da Vida

    Condições de Utilização

    Ver também