Vila Conde

Marta Miranda (Autor) Lançado em janeiro de 1998 Edição em Português
    • Vila Conde_0
    Vila Conde

    Venda o seu Vila Conde com apenas alguns cliques,
    em fnac.pt

    1. Vende o teu produto
    2. Um cliente compra o teu produto
    3. Envia o teu produto
    4. Recebe o pagamento
    Passar para conta Pro!
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento janeiro 1998
      Editor Editorial Presença
      Coleção Cidades e Vilas de Portugal

      Ver todas as características

    • Lá, onde o Ave se abandona ao abraço imenso do Atlântico, aninhada na encosta do monte, Vila do Conde contempla a sua rara beleza refletida nas águas do rio. Cedo se sentiu o apelo sedutor do vasto oceano que se espraia na linha do horizonte, e os seus filhos partiram a desvendar-lhe os mistérios. A época quinhentista, com a Expansão Marítima, foi o período áureo desta cidade em que se construiram alguns barcos que chegaram ao Brasil e à Índia, e o esplendor desses tempos conferiu a Vila do Conde um carácter nobre e... Ver mais

    • 17,62 €
      15,86 €

      Encomenda ao editor, expedido em 2 a 4 dias

      Entrega gratuita

      Em loja

      Levantamento gratuito

      Ver disponibilidade em loja

      Ver todas as opções e detalhes de entrega
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    1 oferta especial Vila Conde

    • Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato
    10% desconto imediato em livros
    O Cartão Fnac dá-te 10% desconto imediato sobre o preço de editor, não acumulável com outras promoções.

    Mais Informações Vila Conde

    Lá, onde o Ave se abandona ao abraço imenso do Atlântico, aninhada na encosta do monte, Vila do Conde contempla a sua rara beleza refletida nas águas do rio. Cedo se sentiu o apelo sedutor do vasto oceano que se espraia na linha do horizonte, e os seus filhos partiram a desvendar-lhe os mistérios. A época quinhentista, com a Expansão Marítima, foi o período áureo desta cidade em que se construiram alguns barcos que chegaram ao Brasil e à Índia, e o esplendor desses tempos conferiu a Vila do Conde um carácter nobre e aristocrático que sobreviveu até aos dias de hoje e pode ser admirado nas suas numerosas jóias arquitectónicas. Os monumentos religiosos constituem alguns dos melhores exemplos: a Igreja Matriz, uma das construções mais belas do reinado de D. Manuel; a Igreja da Misericórdia ou, ainda, a Igreja de Nossa Senhora da Lapa e as muitas capelas. Também os edifícios seculares ostentam uma beleza incontestável: o Pelourinho manuelino, os Paços do Concelho, o Aqueduto ou o Castelo de S. João Baptista. Por fim, a merecerem também referência algumas residências: o Solar Vasconcelos, a Casa de S. Sebastião, a Casa do Vinhal, a Casa de S. Roque ou a Casa da Beijoca. Esta bonita cidade da foz do Ave, que encantou sucessivas gerações de visitantes, foi também a musa inspiradora de um poema de Ruy Belo: 'O lugar onde o coração se esconde / e a mulher eterna tem a luz na fronte / fica no norte e é vila do conde'.

    Características detalhadasVila Conde

    OUTRAS OBRAS de Marta Miranda

    Ver também