Viver, a Arte Maior de Acertos Constantes

Cristina Pimentão (Autor) Lançamento a 19 fevereiro 2018 Edição em Português
    Viver, a Arte Maior de Acertos Constantes_0
    Viver, a Arte Maior de Acertos Constantes
    • Resumo
    • Detalhes do artigo
    • Garanties
    • Acessórios incluídos
    • Data de lançamento 19/02/2018
      Editor Chiado Books
      Coleção Palavras Soltas

      Ver todas as características

    • Trata-se de um livro de crónicas do dia a dia, da vida, com as quais muitos leitores se poderão identificar. Os temas aqui apresentados são desenrolados pelos pequenos, e grandes, acontecimentos cotidianos de que se faz a vida. O amor e o desamor, os afetos grandes e pequenos, as virtudes e desvirtudes humanas, os desafios do trabalho, e os nossos perpétuos recomeços são aqui estendidos, numa espécie de estirador. O livro pretende ser uma provocação para o desafio maior: VIVER. Uma reflexão e um incentivo para que cada um... Ver mais

    • Vendido pela Fnac  9 €
    • 1 novo desde 10 €  
    • 10 €

      Disponível

      Envio normal : 2,99 €

      Envio com Tracking : 4,44 €

      Envio Contra Assinatura : 4,79 €

      CHIADO BOOKS
      (Vendedor profissional)
      222 venda(s)
      Estado do produto
      Novo
      País de expedição
      Portugal Continental
      Prazo médio de entrega
      Entre 3 e 4 dias úteis
      Taxa de aceitação
      95,73%

      Comentários do vendedor :

      Entrega até 4 dias úteis

      Todas as ofertas
      • 10 € Custos de envio +2,99 €
        Disponível
        Novo
        Pro
        CHIADO BOOKS
        (222)
    • Satisfeito
      ou reembolsado
    • SPV Fnac
      7 dias por semana
    • Devoluções
      gratuitas em loja
    • Pagamentos
      Seguros
    • Levantamento
      gratuito em loja

    Mais Informações Viver, a Arte Maior de Acertos Constantes

    Trata-se de um livro de crónicas do dia a dia, da vida, com as quais muitos leitores se poderão identificar. Os temas aqui apresentados são desenrolados pelos pequenos, e grandes, acontecimentos cotidianos de que se faz a vida. O amor e o desamor, os afetos grandes e pequenos, as virtudes e desvirtudes humanas, os desafios do trabalho, e os nossos perpétuos recomeços são aqui estendidos, numa espécie de estirador. O livro pretende ser uma provocação para o desafio maior: VIVER. Uma reflexão e um incentivo para que cada um de nós encontre o seu caminho, a sua fórmula própria para destralhar a vida e empreender as perpétuas sementeiras e colheitas, usando como ferramentas as suas próprias experiências, as escolhas feitas e a intuição.

    A vida deve ser vivida agora, nas suas várias dimensões e em simultâneo, e não à vez e numa espécie de hierarquia temática. E vivida com entusiasmo, com esperança, com responsabilidade, com humor e muita diversão. Viver é uma arte, a tempo inteiro, que se cuida, que se aperfeiçoa e que se vai acertando. Ensinam-nos muitas coisas ao longo da vida, mas não nos ensinam, desde cedo, os seus fundamentos, as sua palavras-chave. E é tão importante desenvolver esta competência, a da arte de viver, de ter sonhos e de os transformar em objetivos e de criar um plano de ação para os alcançar. De identificar um propósito ou propósitos para a nossa vida e de aí ancorar as suas várias dimensões. E de deixar espaço, também, para que os planos que a vida tem para nós nos possam encontrar.

    Características detalhadasViver, a Arte Maior de Acertos Constantes

    OUTRAS OBRAS de Cristina Pimentão

    OPINIÕES DOS NOSSOS CLIENTES Viver, a Arte Maior de Acertos Constantes

    Condições de Utilização